Bem vindo ao Clã do Whisky!
Clã do Whisky
Imigrantes Bebidas

Mais de 100 rótulos de whiskies diferentes
Monte seu bar

Um guia prático para você criar um bar em casa e ter à mão bebidas, ingredientes e apetrechos essenciais para preparar de coquetéis clássicos a criações próprias

Para receber a galera, cerveja gelada é uma delícia. Vinhos também sempre são uma ótima pedida para reunir os amigos à mesa. Mas que tal variar e iniciar um passeio pelo universo dos destilados? Seus bons drinques não precisam se limitar à já batida e celebrada vodca com energético. Se o que faltam são artefatos e experiência, VEJA Rio preparou um guia prático para você montar o seu próprio bar. Não pense que exige muito: uma mesinha no canto da sala, um aparador, qualquer cantinho da casa dá conta do recado. Para indicar bebidas, ingredientes e instrumentos básicos para rechear o espaço, consultamos o expert Paulo Freitas, do Bar do Copa, finalista do concurso que elegeu o melhor barman do mundo, promovido pela multinacional Diageo. O conteúdo virou um infográfico animado, que você confere abaixo. Antes de começar, veja também cinco dicas preciosas do barman. Adicione gelo às taças e tin-tin!

1) É bem mais fácil praticar elaborando o que você curte beber. "Pense nos drinques que você mais gosta, e comece comprando as bebidas necessárias para prepará-los", recomenda Freitas.

2) Não compre todas as bebidas de uma vez. "Boas bebidas alcoólicas não são baratas, e escolhendo poucas e boas você tem material para treinar, mas não gasta tanto dinheiro logo de cara", ensina ele. Conforme sua prática evolui, vá adicionando mais itens ao seu bar.

3) Abuse da internet. A web é uma fonte inesgotável de sites interessantes e reúne incontáveis receitas para testar. Freitas sugere começar pelos clássicos, como o martini, o mojito e a margarita. "Uma vez habituado a prepará-los, você pode arriscar a preparar as suas próprias misturas", diz.
 

4) Experimente! Tudo que funciona na cozinha, pode funcionar para a bebida também. "Tente usar outras ervas, por exemplo. Mojito leva hortelã, mas o tomilho talvez dê um resultado interessante", palpita Freitas.

5) Você começa a beber com os olhos. "O coquetel ideal vai estimular sempre todos os sentidos. Tem que ter uma apresentação bacana, aroma agradável, sabor e textura interessantes", ensina o barman.

Fonte: Vejario.abril.com.br

 

Para se fazer uma grande variedade de coquetéis, precisamos apenas alguns ingredientes. Confira nas listas os ingredientes para um bar bem equipado.

Bebidas Alcoólicas

  • Amaretto
  • Anisette
  • Bènèdictine
  • Bourbon
  • Brandy
  • Campari
  • Cerveja
  • Chatreuse
  • Cognac
  • Cointreau
  • Creme de Cacau
  • Creme de Cassis
  • Creme de Menta
  • Curaçao Blue
  • Curaçao Branco
  • Galliano
  • Gin
  • Godiva
  • Grand Manier
  • Mandarine
  • Midori
  • Kahlúa
  • Pernod
  • Prunelle
  • Rum
  • Rum branco
  • Sambuca
  • Strega
  • Tequila
  • Tia Maria
  • Triple Sec
  • Vermouth doce
  • Vermouth seco
  • Vinho branco
  • Vinho tinto
  • Vodka
  • Vodka aromatizada
  • Whisky

Misturas

  • Água tônica
  • Angostura Bitters
  • Bitters
  • Café
  • Club soda
  • Coca-cola
  • Ginger Ale
  • Ginger Beer
  • Grenadine
  • Leite
  • Leite de côco
  • Molho Tabasco
  • Molho Worchestshire
  • Néctar de pêssego
  • Sprite
  • Suco de Abacaxi
  • Suco de Cranberry
  • Suco de Grapefruit
  • Suco de laranja
  • Suco de limão
  • Suco de maçã
  • Suco de tomate

Equipamentos e Utensílios de Bar

- Abridor de garrafas

- Balde de gelo: indispensável para o seu bar. Existem dois tamanhos básicos - o pequeno, para servir gelo em destilados, e o grande, para espumante e vinho branco. Também é usado para gelar copos

- Colher de bar (bailarina) : usada como medida de bar, principalmente para mexer drinques no mixing glass. Ajuda também a separar bebidas de coquetéis em camadas, fazendo um efeito bacana

- Coqueteleira (shaker): existe em diversos modelos, tamanhos e designs. As mais usadas são as de metal. Para quem não tiver um em casa, pode-se adaptar com um copo de mixing elétrico

- Dosador (ou medidor de bar): Os mais comuns são os de 50 ml. Nos Estados Unidos, fabrica-se um modelo com medidas em onça (oz). Na hora de escolher, prefira a versão nacional

- Faca de bar: existe um modelo especial para bartender, vendida em lojas de utensílios domésticos, mas pode ser substituída por uma outra que seja bem afiada e não muito grande (esqueça facão de churrasco)

- Mixing glass (copo misturador): recipiente onde são misturadas e geladas bebidas antes de serem transferidas para os copos. Recomenda-se que sejam lisos e transparentes, para que se veja o conteúdo

- Pás de gelo: existem de plástico e de metal em diferentes tamanhos.

- Coador de bar: usado para coar bebidas para o copo sem o gelo

- Pilão: usado para o preparo de caipirinhas. Mais comum são os de madeira mas também existem de metal.

- Pinça de bar: para pegar as pedras de gelo

- Saca-rolhas: O ideal é que ele tenha pelo menos 5 espirais (para rolhas maiores), alavanca para apoiar e uma serra para retirar a cápsula da garrafa de vinho.

- Tábua de corte: para cortar frutas que irão enfeitar o drink.

- Vacu-vin: para garrafas de vinhos abertas, ajuda a retirar o oxigênio de dentro da garrafa, evitando assim a oxigenação precoce do vinho.

Copos

Nome

Imagem

Copo Americano:

é o copo do povão, com todo o respeito. Para se tomar uma boa cerveja na "padoca" o copo americano é indispensável.

Copo Baloon:

algumas vezes esta denominação é utilizada erroneamente para o copo do tipo snifter. Trata-se de um copo versátil servindo desde coquetéis, cervejas até vinhos. Atualmente, para coquetéis o copo do tipo hurricane é mais utilizado. 450 à 600 ml.

Brandy snifter ou copo de conhaque:

o nome é uma alusão ao ato de de se inalar os aromas do cognac e outros brandies. Tradicionalmente este copo tem a haste curta e o bojo arredondado de modo que a palma da mão possa aquecer o copo e assim desprender o bouquet da bebida. Atualmente os produtores de cognacs têm direcionado o seu marketing para que se beba estes famosos brandies também com gelo, como é comum nos EUA. Neste caso o copo mais apropriado seria um on-the-rocks. É também conhecido como copo napoléon. Com tamanhos desde 100 até 1.500 ml.

Caneca de Chopp:

as mugs disputam com as tulipas a preferência dos bebedores de chope. Muitas vezes são armazenadas em congeladores e existem nos mais diversos formatos e tamanhos, sendo algumas gigantescas, utilizadas principalmente em festivais.

Cognac / Sommelier:

diferentemente do copo brandy snifter, este copo não é tão bojudo e tem a haste mais alta. Próprio para a degustação de cognacs. 180 ml.

Coquetel / Martini:

a tradicional taça de coquetel é imprescindível em qualquer bar. A sua sofisticação e elegância ímpar contrasta com uma silueta de linhas retas e sóbrias. Traduz todo o glamour dos anos de reinado dos coquetéis clássicos. Serve coquetéis gelados (mas sem gelo), não combina muito bem com decorações mais vistosas e nem com canudos, mesmo que cortados. De 90 à 180 ml.

Coffee mug:

também chamado de toddy ou caneca para hot drinks, é usada específicamente para coquetéis quentes, como o irish coffee. 450 ml.

Cordial, pony ou cálice/taça de licor:

um dos souveniers prediletos da clientela que gosta de embolsar (literalmente) lembranças dos restaurantes. Existem nos mais diversos formatos, tendo em geral de 35 à 60 ml.

Flute:

esta taça fina e elegante, que tem o formato parecido com uma flauta, substituiu a antiga taça de champagne (semelhante à uma taça martini um pouco mais arredondada) justamente por reter por mais tempo o perlage que se desprende do champagne ou espumante. Serve de 180 à 280 ml.

Highball:

é o tradicional copo long drink para servir bebidas destiladas ou coquetéis refrescantes com bastante gelo e adicionando-se club soda, água, refrigerante ou suco. Os mais esguios são chamados de collins, numa referência à família de drinques do mesmo nome. 250 à 410 ml.

Hurricane:

copo feito sob medida para servir coquetéis tropicais e refrescantes. Combina com as mais extravagantes decorações e pode ser substituido pelo baloon, menos usado atualmente. 450 ml.

Margarita:

copo específico para se servir o coquetel margarita, principalmente se for frozen. Em algumas marcas a haste tem o formato de um cacto. De 350 à 500 ml.

Old fashioned:

clássico copo para servir whisky puro ou com gelo, também muito usado para vários coquetéis, como o próprio old fashioned. Tem de 180 à 350 ml.

On-the-rocks:

também chamado de double old-fashioned, tem um formato mais apropriado para servir bebidas com gelo, conforme sugere o seu nome. Em geral, de 350 ml.

Pilsener / Copo de cerveja:

semelhante a tulipa, sendo no entanto mais alto e com design mais sofisticado. De 350 à 500 ml.
 

Rocks:

uma variação dos tipos on-the-rocks e old-fashioned. Têm se popularizado no país com a proliferação de redes de restaurantes americanos. 250 à 350 ml.

Sherry:

em inglês é o mesmo que xerez (ou jerez) e é o copo usado para servir vinhos fortificados. Além do próprio xerez, o madeira e o vinho do porto. Também pode substituir o copo do tipo cordial para servir licores ou ainda para grappa. 90 à 180 ml.

Shot:

é o típico copo do cowboy americano e é também chamado de yankee shot. Serve bebidas sem gelo e geralmente puras, mas também pode-se preparar coquetéis em camadas neste pequeno copo que tem de 35 à 60 ml. O seu similar brasileiro é o copo de pinga, muito popular em cachaçarias, botecos e padarias.

Tulipa:

disputa com a caneca a preferência para se beber chope. Muito popular no Brasil, é encontrada em quase todos os bares. Entre 350 e 370 ml.

Tumbler:

também chamado de cooler, é o tipo de copo para long ou tall drinks, servidos com bastante gelo, tanto para bebidas puras como para coquetéis refrescantes com misturas de sucos, água ou refrigerantes. Pode ser substituído pelo highball. 300 à 450 ml.

Vinho:

tinto, branco, bordeaux, bourgogne, chianti, rosé, beaujolais. A variedade de copos para vinhos é quase proporcional à variedade de vinhos disponíveis. Exageros à parte, muitos especialistas sugerem que, principalmente para iniciantes, basta um tipo de copo para o serviço de vinhos, desde que observadas algumas "regras". Cristal fino transparente, incolor, liso, haste longa e com a abertura ligeiramente estreitada.

Vodka / Steinhäger:

copo semelhante ao shot porém um pouco mais alongado, é tradicionalmente usado para servir destilados gelados, porém sem gelo, mas também pode ser usado para tequila pura e outras bebidas.

Enfeites

  • Açúcar
  • Aipo
  • Azeitonas
  • Cerejas ao Maraschino
  • Cebolas pequenas
  • Cubos de açúcar
  • Laranja
  • Limão
  • Maçã
  • Mel
  • Morango
  • Noz-moscada
  • Ovos
  • Pepino
  • Pêssego
  • Pimenta do reino
  • Xarope de açúcar
  • Xarope de framboesa
 

 




Conheça Também:

Imigrantes Bebidas
Adega do Vinho
Vodkas.com.br
cervejanacionaleimportada.com.br
Bebidaebebidas.com.br
Alambique da Cachaça
Absintos.com.br
4302404